All for Joomla All for Webmasters
Blog
Ultimas atualizações do site.

 

[16:41, 9/10/2017] Adriana Caraja : Conselho Estadual de Saúde e SES-MG promovem a 1ª Conferência Estadual de Vigilância em Saúde

 

 

 

 

 

O Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais (CESMG) e a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES MG) promoveram entre os dias 26 e 28 de setembro de 2017, em Belo Horizonte, no Minascentro, a 1ª Conferência Estadual de Vigilância em Saúde (1ª CEVS), que teve como tema “Vigilância em Saúde: Direito, Conquistas e Defesa de um SUS Público de Qualidade”.

Desenvolver ações para a construção de uma Política Nacional de Vigilância em Saúde e ampliar as discussões em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) são alguns dos objetivos da Conferência. Durante a 1ª CEVS, a integração dos programas de todas as vigilâncias: epidemiológicas, sanitárias, em saúde ambiental, do trabalhador e dos laboratórios de saúde pública também será de debate.

Os participantes da 1ª Conferência Estadual de Vigilância em Saúde foram usuária(os), trabalhadoras(os e gestores(as) de todas as regiões do Estado de Minas Gerias, que foram eleitos (as) como delegadas e delegados durante as conferências municipais.Além das Conselheiras(os) Estaduais de Saúde de Minas Gerais.

Para ampliar a participação das mulheres, neste evento também tivemos a espaço 3ª Conferencinha que trabalhou com as crianças de forma lúdica e pedagógica a temática da Vigilância à Saúde.

A 1ª Conferência Estadual de Vigilância em Saúde foi organizada a partir dos eixos do Documento Orientador, elaborado pelo Conselho Nacional de Saúde:

Eixo Principal – Política Nacional de Vigilância em Saúde e o fortalecimento do SUS como direito à Proteção e Promoção da Saúde do povo Brasileiro

Subeixo 1 – O Lugar da Vigilância em Saúde no SUS

Subeixo 2 – Responsabilidades do Estado e dos governos com a vigilância em saúde

Subeixo 3 – Saberes, Práticas, processos de trabalhos e tecnologias na vigilância em saúde.

Subeixo 4 – Vigilância em saúde participativa e democrática para enfrentamento das iniquidades sociais em saúde

Entre os desafios, está o estabelecimento de um modelo de atenção à saúde voltado para a redução do risco da doença e de outros agravos, onde a promoção, proteção e prevenção ocupem o mesmo patamar e recebam a mesma importância do que a recuperação e a assistência.

fonte Secretaria de Saúde de Minas Gerais

O que você achou do novo site?